Bogotá e o ponto mais alto

Após seu primeiro dia de investigação e contato com a magia que envolve a Colômbia, Marcos levanta cedo, toma um café com aguapanela¹, acompanhado de arepas com ovo e planeja sua saída.

Bogotá 14 de Novembro – 6 a.m

Antes do último gole em seu Juan Valdez – legítimo café colombiano – um rolo² o saluda e pergunta, em apenas uma frase – “Bom dia, como estás? Como tem ido? Como amanheceu? Tem gostado da Colômbia?”

A essa altura já notava que a amabilidade  e interesse em conhecer  quem vem de fora era algo em comum entre os Colombianos. Assim, o novo amigo não só compartilhou fatos históricos do país, como também lhe indicou melhores caminhos e cuidou de informar sobre horários e linhas corretas do Transmilênio (Transporte público de Bogotá, mistura de ônibus com metrô).

Monserrate

Iniciando seu roteiro, caminhou até o Monserrate (Info: De Seg. à Sab – 7a.m às 12a.m | Dom –  5:30am às 5:00pm)

Se deparou com a fila para tomar o teleférico e lembrou de ter escutado no bate-papo do café-da-manhã que era possível subir o monte por um caminho sem custo nenhum por uma trilha demarcada.

Já situado e enquanto subia, observava toda a natureza ao redor e sentia o ar frio e rarefeito. Tratava-se da altitude de Bogotá marcando presença e o fazendo refletir: “O que deve ter de tão interessante no ponto mais alto desse lugar pra todo esse esforço?”

Em breve teria da maneira mais fascinante sua resposta….

O topo do Monteserrat conta a história do Via Crucis através de lindas esculturas

DSC_0498 DSC_0500

É, também, o ponto mais alto da cidade, o que permite uma  incrível vista panorâmica.

DSC_0490

DSC_0534

Monteserrate4

Uma vista tão impressionante merecia a primeira Selfie.

Catedral do Sal

Mesmo acostumado com a altitude, decide descer pelo teleférico por conta do horário. Tinha que correr e  partir até Zipaquirá, um cidade vizinha que abriga a famosa e majestosa Catedral de Sal. (Info: Funciona todos os dias das 9 a.m. às 5:30 p.m. – Tarifa básica adultos: $25.000 | Tarifa básica crianças 4 a 12 años: $17.000)

Como está situada a 48Km da Capital, Marcos tomou um trem até lá. Até tirou foto na janela. No caminho, ia pensando numa coisa estranha…como seria possível “nascer” sal numa caverna a mais de 2 mil metros de altura?

Trem_BT

Ele já olhou meio torto pro guia que conta toda a trajetória e construção da igreja subterrânea, parte do complexo cultural “Parque do Sal“, mas logo desvendou a charada: ali já foi mar.  Segundo geólogos, as mesmas placas tectônicas que originaram a Cordilheira dos Andes empurraram o mar pra longe, deixando o sal ainda em Zipaquirá.

Outro fato curioso foi que ali também havia via crucis: em cada cova, uma cruz cada vez mais enterrada. Um turista paisa³ contou que o país tem tradição católica, por isso tanto simbolismo. Marcos teve mais paz e seguiu o passeio.

 

Catedral de Sal

Catedral de Sal

Ao final do tour Marcos estava inteiramente maravilhado com o que presenciava. Passada sua furtiva distração, sacou seu moleskine e fez anotações. Ao que parecia, a cada visita novas descobertas eram feitas que ligavam o caso que se alastra pela Colômbia, deixando-o,inclusive, extremamente vunerável às armadilhas turísticas e encantadoras do país.

Zona Rosa

Avançando em seu roteiro, era hora de passar no hostel, se arrumar e conferir “que pasa con la Zona Rosa”

A Zona Rosa é famosa por oferecer diversas opções para quem busca festa, agito ou um bom restaurante. Lá é possível encontrar bares temáticos e casas pra bailar salsa.

Imagen_Viajantescom

Ao final da noite, Marcos já havia desbravado dezenas de bares e bebidas locais. Fazia parte da investigação provar Chicha – uma bebida feita da fermentação alcólica do milho, além das doses de aguardente. A esta altura já havia bailado, aprendido passos de salsa, novas palavras em espanhol e feito novos amigos. Voltava para o hostel inteiramente alegre e cheio de histórias pra contar.

No dia seguinte teve uma surpresa impresionante sobre o seu próximo destino – Medellín.

Ep. 01  Bogotá – Os primeiros indícios  Ep.03 Medellín – (em breve)

 

 

¹ Aguapanela é uma mistura de água com açúcar fervido, muito usado no café. As arepas são feitas de milho e um prato típico e muito presente no café da manhã colombiano.

² Rolo: se diz daquele que nasceu em Bogotá.

³ Paisa: se diz daquele que nasceu em Antioquia (estado do qual Medellín é a capital)

 

 

Anúncios

E você, o que é que achou?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s